Diário de uma espécie de Mãe #14

 
 Photo by  Clay Banks  on  Unsplash

Photo by Clay Banks on Unsplash

 

Nada é normal – Como a gravidez me transforma numa adolescente.

Tenho lido vários textos nos últimos dias em como a gravidez não é um estado de graça, em como não é doença mas disfarça bem, enfim… textos como os que também tenho escrito que descrevem todas as dificuldades que passamos. 

Na realidade, há dificuldades e dificuldades. Não podemos comparar a chatice de ser intolerante à toxoplasmose, com por exemplo, em descolamento de placenta. Ou não podemos comparar uns enjoos nos primeiros meses a vomitar durante 9. 

Esta semana foi-me diagnosticado diabetes gestacional e para mim foi o descalabro. É normal! Eu sei. Como tudo é normal na gravidez. Mas eu grávida, sou exatamente eu em adolescente. Tudo é o fim do mundo. Andei a reflectir sobre o porquê de me ter afectado tanto ter que fazer uma dieta, e ir mais umas vezes ao médico e ter que picar o dedo para medir os níveis de glicose ou glucose ou lá o que é (quando tiver estudado bem o assunto escrevo sobre ele), e apercebi-me que não há razão nenhuma, a não ser que tenho as hormonas descontroladas e tudo me afecta. Não me digam que é normal, não me digam que não é grave, não me digam que pelo meu filho eu faço tudo (já deixei de fazer tantas coisas que já nem pareço eu). Estão nos meus sapatos? Não estão! Por isso guardem a condescendência para vocês. É estupido isto, muito! Se eu sei que há coisas mais graves? Sei. Mas a minha tolerância baixou imenso (espero mesmo que isto passe depois com o bebé), e dou-me ao luxo de me queixar e lamentar da minha má sorte, por muito idiota e insignificante que seja o problema. 

Conselho não pedido para todos: não deem conselhos não pedidos a grávidas, ou pelo menos a mim. É como se estivessem a dizer a uma miúda de 13 anos que aquela borbulha no meio da testa não se nota, ou que o fulano tal não lhe ter respondido ao sms não faz com que vá ficar para tia numa casa cheia de gatos. Não vale a pena, nós não ouvimos nem queremos ouvir e mais cedo ao mais tarde vamo-nos aperceber do quão parvas somos. 

É isto, pronto. 

Resumo semanal:

Tempo: 26 semanas

Sintomas: mau feitio. 

Medicamentos: ácido fólico e iodo. 


Bárbara+Alves.png

Madalena acabou de descobrir que está grávida. Madalena quer fazer um guia da sua gravidez com o mínimo de Bullshit possível. Temos quase a certeza que vai ser hilariante e de um realismo extremo.

Não percam o próximo episódio, porque nós também não.