Diário de uma espécie de Mãe #11

 
 

F.A.Q.

Pois é, agora que já ando, aos poucos, a anunciar ao mundo a minha gravidez. Achei por bem colocar aqui as perguntas que mais nos fazem.

Então quando é que vem um bebé?

Ainda há pessoas que acham que estou só com barriga de feijoada a transmontana, então perguntam-nos quando vem um bebé. Se isto me irritava um bocadinho quando andávamos a tentar, agora dá-me um enorme gozo ver a cara das pessoas quando respondemos: “Em dezembro!”, é um misto de surpresa, confusão e alegria e acho que me vou lembrar para sempre de certas reações.

É menino ou menina?

Não sabemos!

Então e queres menino ou menina?

Sempre quis rapazes, mas agora que cá estou não faço grandes exigências. Não tenho nenhum por isso um dos dois serve.

Foi planeado?

Foi, muito! E muito desejado também. Não quer com isso dizer que não esteja cheia de medo!

Mas tens medo de quê?

De tudo! De perder noites, de ser responsável por uma vida humana. Eu não consigo manter uma planta viva em minha casa. Tenho medo de colocar uma criança num mundo que as vezes me parece virado do avesso. Tenho medo de criar um(a) pequeno(a) mimado de mau feitio. Sei lá de tudo, menos do parto (que é outra coisa que perguntam muito), pelo menos para já. 

Como reagiram os avós?

Da forma mais normal, menos efusiva e entusiasta de sempre. Foi qualquer coisa deste género “Ah sim? Que bom!”. Deve ser um choque pensar que se chega a avós, não sei. Não criem grandes expectativas de reações, as melhores, na nossa experiência, vêm de onde menos se espera.

Tens passado bem?

Agora sim, praise the lord, mas penei um bocadinho.

O que já compraste ao bebe? Aposto que já estoiraste imenso dinheiro?

Um par de meias só porque eram fofas e já me estavam a sentir mal por não comprar nada. De resto ainda nada, acho que vou comprar maioritariamente online que não tenho paciência para lojas. 

Vais fazer curso pré parto?

Não estou a pensar nisso, mas não vou dizer que não vou mudar de opinião. Acho que o curso pré parto me vai fazer panicar com coisas que até agora não sei que existem, e que quando aparecerem terei p instinto para lidar com elas, acho! Como tenho imensa gente com bebés à minha volta, confio muito que essas são as pessoas mais certas para me ajudar no que precisar. 

Deixaste de fumar?

Deixei! DEIXEI! Não quero falar sobre isso! Também deixei de beber, e descobri as cervejas sem álcool, não são más para ver a bola!

A tua barriga está enorme! É mesmo só um?

Não é um mais um cheeseburger que acabei de enfardar. Sei lá se está grande, nunca tive outra. 

Estão prontos para deixar de viajar e fazer tudo o que fazem?

Nós não fazemos assim grande coisa. E não, não estamos prontos para deixar de ter vida nenhuma até porque vamos ser pais, não condenados à pena de morte. Sempre fomos atrelados aos nossos pais para fazer tudo, por isso iremos levar o atrelado para todo o lado connosco também. 

E tem sido muito isto. Acho que para a semana vos trago as perguntas que ninguém faz, mas que toda a gente devia fazer. 

 

Resumo semanal:

Tempo: 17 semanas

Sintomas: cólicas e gases e alguma azia. 

Medicamentos: ácido fólico e iodo. 

Exercício físico: cada vez que olho para este ponto penso: ”Mas porque raio meti eu isto aqui?” 


Bárbara+Alves.png

Madalena acabou de descobrir que está grávida. Madalena quer fazer um guia da sua gravidez com o mínimo de Bullshit possível. Temos quase a certeza que vai ser hilariante e de um realismo extremo.

Não percam o próximo episódio, porque nós também não.