Qual o caminho para evoluir na carreira?

 
Photo by  rawpixel  on  Unsplash

Photo by rawpixel on Unsplash

 

Qualquer bom profissional ambiciona progredir na carreira. Isso pode significar trabalhar numa determinada empresa, ocupar uma posição específica ou até criar o seu próprio negócio.

O caminho para a evolução na carreira vai sempre depender de diversas variáveis. Não existe um “caminho mágico” porque todos temos competências e habilidades diferentes. No entanto, o primeiro passo pode ser a definição do objetivo a que nos propomos. 

Considero importante definir metas de médio/longo prazo e, para tal, pode ajudar pensarmos na famosa questão dos processos de recrutamento e seleção ”onde se imagina daqui a cinco anos?”. Ao responder a essa questão surgirá o que realmente é mais importante para nós. Desde a satisfação pessoal à questão salarial, o importante é perceber quais são as nossas expectativas enquanto profissionais. Será que nos vemos a trabalhar na mesma área para sempre? Não existe uma resposta certa.

Podemos definir que a aposta será na especialização, através de formações e certificações, todavia existem algumas competências que nos podem ajudar a evoluir, independentemente da nossa profissão. Acredito fortemente que as soft skills, apesar de não nos levarem até à meta final, conseguem ajudar-nos a ultrapassar o caminho mais penoso. Do meu ponto de vista, a capacidade de trabalho em equipa, a inteligência emocional, a capacidade de comunicação e o pensamento crítico são aptidões extremamente importantes para conseguirmos crescer enquanto profissionais, em qualquer área de atuação.

Outro fator importante é o networking. O mercado de trabalho é constituído por relações pessoais, portanto, se cuidarmos bem delas, só temos a ganhar. Bons relacionamentos podem alavancar um projeto, atrair oportunidades e colocar um profissional em destaque no mercado de trabalho, por isso é que todo o contato é precioso, seja com figuras de chefia, pares, subordinados ou parceiros.

Por fim, dado que sou grande entusiasta de que o que é básico deve ser bem feito, para mim, a base para qualquer progressão enquanto profissional (independentemente da área) assenta no cumprimento de prazos e horários, na motivação, na demonstração de interesse e no saber comportar-se com os colegas de trabalho. Um profissional que inicie o seu percurso adoptando esta atitude, conseguirá mais facilmente alcançar os objetivos a que se propõe.

Sofia Santos,

Consultora Michael Page