#Deco: Society 6

 
Captura de ecrã 2018-06-14, às 18.32.08.png
 

No meu imaginário, uma casa deve ser composta por uma coletânea de objetos com os quais nos identificamos, que representem memórias para nós e que, juntos, deixam transparecer um pouco da nossa personalidade a quem nela entra. Uma casa pode ser inspirada no design escandinavo e minimalista, pode ter elementos boho, pode não ter inspiração nenhuma ou pode ter várias inspirações num só espaço. Uma casa somos nós em forma de móveis e a decoração são os nossos acessórios. E assim como eu gosto de me adornar com maxi brincos, também gosto de quadros e posters que vistam as paredes nuas de uma casa. 

Neste site existe uma panóplia sem fim de posters. Mais precisamente 100 páginas de adornos para as vossas paredes a um preço bastante simpático. Como eu tenho uma pequena OCD que me impede de estar num site e não ver todos os itens que me oferece até à ultima página, posso-vos dizer que selecionar estes seis foi muito provavelmente a coisa mais difícil que tive que fazer na última semana. A pergunta que se devem fazer neste momento é “Quem foi madre Teresa no meio de tanta bondade e disponibilidade da Mathilde?!” Brincadeira. Deixo-vos com a seleção. O preço de todos é 20 dólares.

 
 

Mathilde.png

É portuguesa e italiana. Tem várias obsessões como: queijo, t-shirts com frases que dizem o que pensa, brincos gigantes, funk e compras online. (Há quem diga que é shopaholic, mas ela acredita que isso são apenas calúnias infundadas.) Frequenta o mestrado em Jornalismo de Moda na London College of Fashion e quando não está na faculdade, está em casa a postar instastories inúteis. Segue a Mathilde aqui.