Diário de uma espécie de Mãe #8

 
 Os  confetti  que hão-de cair quando eu anunciar que estou grávida!  Photo by  Jason Leung  on  Unsplash

Os confetti que hão-de cair quando eu anunciar que estou grávida!

Photo by Jason Leung on Unsplash

 

Estar grávida é sentir-me constantemente assoberbada e a afogar-me em informação e coisas que devo estar a par, ao mesmo tempo que é sentir-me sempre burra e a perder tempo por não saber as ditas coisas. 

Como já sabem estou a ser seguida quer pela minha ginecologista, no serviço nacional de saúde e pela minha médica de família. Isto poderia querer dizer que sou seguida com o dobro da atenção, mas na realidade o que sinto é que sou uma bola de pingue pongue. 

Ora então, desde a minha primeira consulta na ginecologista e a primeira eco que já foi há um mês nunca mais voltei à ginecologista. Agora só daqui a duas semanas. 

No SNS já la fui duas vezes, ambas para me mandarem para o hospital para fazer a eco das 12 semanas (segundo me disseram muito importante para o rastreio de doenças como trissomia 21 etc., e para ver se está tudo bem com o bebé, que neste momento já é mesmo um bebé). Lá fui eu chamada ao hospital, lá perdemos os dois uma tarde, para ouvirmos mais um sermão de como lavar legumes e passar bem a carne se não és imune à toxoplasmose. Ecografia? Nada! Juntem a isto o facto de me terem tentado ouvir o bebé com um doppler a semana passada e também não se ouvir nada (totalmente normal, acho que só se ouve bem mais para a frente), a frustração de não saber nada da ervilha está a consumir-me aos poucos. Sou uma pessoa ansiosa, não vale a pena pedirem-me calma e dizerem-me que vou ter um bebé stressado por ser assim (sim é verdade, já me tentam culpar pelo potêncial mau feitio deste ser que aí vem). Só me marcaram a eco das 12 semanas quando fizer 14. Está certo! Mas agora dizem-me todas as pessoas, que normalmente a médica manda uma receita e vais fazer isto tudo a uma clínica para não teres que esperar eternamente no hospital. 

Agora tenho que esperar por uma consulta numa das médicas para me pedirem a eco por escrito, porque pelos vistos também não posso chegar a uma clínica e comprar um exame.

Tudo isto eu “deveria” saber, “deveria” estar a par. Não sei, nunca aqui estive, cada pessoa que falo diz-me uma coisa diferente. Enfim… já chorei, já esperneei, já gritei e já me acalmei! Vou esperar mais uns tempinhos (até conseguir uma eco) para ver o que se passa no meu útero e até lá vou respirar e esperar não ter que por os pés no hospital tão cedo. Desculpem lá o desabafo, mas viva o sistema privado! Isto se não tiverem uma medica um bocado desligada da realidade.

Queriam foguetes e confettis por termos chegado às 12 semanas? Também eu! Mas como isto não é um anúncio da Evax, como comigo é ver para querer, vamos esperar!

RESUMO SEMANAL:

Tempo: 12 semanas

Sintomas: quantos balões querem que encha com arrotos? 

Medicamentos: ácido fólico e iodo. 

Exercício físico: respirar fundo!


Bárbara Alves.png

Madalena acabou de descobrir que está grávida. Madalena quer fazer um guia da sua gravidez com o mínimo de Bullshit possível. Temos quase a certeza que vai ser hilariante e de um realismo extremo.

Não percam o próximo episódio, porque nós também não.