#WomenInTech: Elvia Vasconcelos

O Peachy, em parceria com a Portuguese Women in Tech, vai apresentar-vos algumas figuras ligadas ao ramo da tecnologia, com o objectivo de sensibilizar o público em geral para a forma como estas mulheres estão a mudar o panorama nacional através da sua participação na criação de start-ups, novos modelos de negócio, empresas de relevo internacional e com a sua actividade, abrindo caminho no estrangeiro para todas nós. Para ler o artigo original, em inglês, clique aqui.

Elvia-large.jpg

Elvia Vasconcelos

Perfil

  • Tempo na área: 5 anos
  • Posição actual: Senior Experience Designer @ SapientRazorfish_
  • Local de Origem: Lisboa
  • De onde vens e o como chegaste aqui?

Estudei Design de Moda em Lisboa depois vim para Londres para fazer um Mestrado em Artes Digitais e nunca mais voltei.

  • Como é que chegaste à área da tecnologia?

Eu trabalho em Londres, mas gostaria de fazer parte do mundo digital em Portugal.

  • Fala-me do teu trabalho e o que fazes neste momento.

Atualmente, trabalho na SapientRazorfish, uma agência digital que se dedica a operar mudanças de negócio em várias indústrias. Mais recentemente, tenho-me focado em tecnologias emergentes, em particular Inteligência Artificial e como nos podemos adaptar para desenhar essas experiências futuras. 

  • Qual a parte do trabalho que fazes que mais gostas?

Gosto de pensar que o que eu faço tem um impacto no mundo. Nós desenhamos as coisas que as pessoas usam no seu dia-a-dia.

  • Como consideras que o teu background e conhecimento influenciaram a abordagem que tens com o teu trabalho na indústria da tecnologia portuguesa?

Eu gostaria de transpor a minha experiência e conhecimento para a indústria de tecnologia portuguesa, em particular as coisas que aprendi com as muitas comunidades de Design organizadas através de encontros, eventos, etc, e as habilidades que desenvolvi na área de pensamento visual como um sketchnoter. Na frente feminista, gostaria de aumentar a sensibilização e promover a organização e mentoring neste tema.

leituras-verao-billboard
  • Que conselho darias a jovens mulheres que querem entrar para o sector da tecnologia e não sabem por onde começar?

Falem com pessoas sobre isso. Pesquisem as pessoas que querem conhececer para descobrir o antes de falarem com elas, mas tenham confiança que você acabaram por encontrar o vosso fit. Vão a eventos. Vão tomar cafés. Falem com os profissionais que admiram, descubram os espaços e eventos que frequentam e vão também!

  • Guia-me num dia teu como mulher portuguesa no mundo da tecnologia

Vou descrever um dia desta semana. Um dia na vida de uma mulher portuguesa de tecnologia em Londres pode começar com uma reunião de pequeno-almoço numa agência vizinha, sobre o tema Rise of AI. Sentindo-me agradavelmente surpreendida com uma conversa sobre as implicações sociológicas e políticas da Inteligência Artifícial, em vez de "Conseguimo fazê-lo", vou para o escritório e trabalho num projeto. Normalmente como faço parte de uma pequena equipa, vou-me cruzando com developers, designers, gestores de contas e o cliente para dar vida a um produto. Às vezes, isso significa fazer pesquisas com utilizadores. À noite, posso participar em eventos da User Experience Professional Association, onde estarei tirando notas. Volto para casa. Enxaguar. Repetir.

  • Qual foi o melhor conselho que alguma vez recebeste?

Be bold. Make a statement.

  • Que apps/software/ferramentas é que já não conseguias viver sem?

Papel e Caneta para sempre!

Love/hate relationship = Lifesum

Instagram

Evernote

Trello

Hipchat

Slack

Poncho

Podcasts

  • Links que gostarias de partilhar?

WORK IN PROGRESS: http://cargocollective.com/AlexaDiaries2

e https://elviavasconcelosblog.wordpress.com/