#WomenInTech: Isabel Portugal

O Peachy, em parceria com a Portuguese Women in Tech, vai apresentar-vos algumas figuras ligadas ao ramo da tecnologia, com o objectivo de sensibilizar o público em geral para a forma como estas mulheres estão a mudar o panorama nacional através da sua participação na criação de start-ups, novos modelos de negócio, empresas de relevo internacional e com a sua actividade, abrindo caminho no estrangeiro para todas nós. Para ler o artigo original, em inglês, clique aqui.

Isabel Portugal-large.jpg

Isabel Portugal

Perfil

  • Tempo na área: 3 anos
  • Posição actual: Data Scientist @ Veniam
  • Local de Origem: Portugal 
  • De onde vens e o como chegaste aqui?

Eu sempre me senti dividida entre duas paixões: tecnologia e negócios. Uma dá-me a capacidade de criar. O outro, a capacidade de financiar, distribuir e, sinceramente, lucrar com o resultado do primeiro. Eu estudei economia e business intelligence / analytics  e trabalho em tecnologia para encontrar soluções para tornar as coisas mais inteligentes. Faço isso há 3 anos.

  • Como é que chegaste à área da tecnologia?

Comecei por ir a encontros sobre Agile e Data Science e participei de eventos como PixelsCamp e WebSummit.

  • Fala-me do teu trabalho e o que fazes neste momento.

De momento, trabalho na Veniam, onde testo hipóteses, crio modelos de previsão e ajudo as partes interessadas a tomar melhores decisões baseadas em dados.

  • Qual a parte do trabalho que fazes que mais gostas?

Ter impacto no modo como as coisas funcionam, encontrar soluções para o tornar mais inteligente.

  • Como consideras que o teu background e conhecimento influenciaram a abordagem que tens com o teu trabalho na indústria da tecnologia portuguesa?

Estou a trabalhar em tecnologia sem ter um curso de Engenharia, mas um de Economia. Disseram-me que isso é muito inspirador para a comunidade e que mais pessoas deveriam ouvir minha história e ser incentivadas a assumir mais riscos naquilo que acreditam que as torne mais felizes.

leituras-verao-billboard
  • Que conselho darias a jovens mulheres que querem entrar para o sector da tecnologia e não sabem por onde começar?

Vão a eventos e construam sua rede. Façam workshops e cursos online. Não pensem apenas: tomem iniciativa.

  • Guia-me num dia teu como mulher portuguesa no mundo da tecnologia

Cada dia é uma luta para que todos percebam que somos [mulheres] tratadas de forma diferente e que eu quero ser tratado da mesma forma que eles. Eu quero ter o mesmo respeito e as mesmas responsabilidades.

  • Qual foi o melhor conselho que alguma vez recebeste?

“only those who will risk going too far can possibly find out how far they can go”

  • Que apps/software/ferramentas é que já não conseguias viver sem?

R, Python, MySQL

  • Links que gostarias de partilhar?

Obrigado por nos encorajarem a fazer o mesmo :)