Visitando o Bebé: os presentes

 
janko-ferlic-478394-unsplash.jpg
 

Quando alguém fica grávida ou tem um bebé, a cabeça de todos os que a rodeiam vai automaticamente para presentes. No entanto, muitos de vocês ou não têm ou estão longe de ter o vosso primeiro filho/a, e isso muitas vezes complica a escolha de um presente. É uma tarefa equiparável a tentar decifrar hieróglifos sem treino.  Como acabei de ter o meu primeiro bebé, vou partilhar convosco algumas dicas de uma perspetiva de mãe e convidada frequente!

Tudo o que é feito para recém-nascido é supre fofinho, mas o que dá mesmo jeito é ter roupas para vários meses e não ter tudo só para quando o bebé é recém-nascido. Se fizerem mesmo questão de oferecer roupa, tentem oferecer coisinhas para 3, 6 ou 9 meses. Vai ajudar imenso pois as roupinhas deixam de servir num instante e assim a mãe tem sempre roupa para as diferentes fases!

Caso queiram oferecer algo sem ser roupa, perguntem antes. Principalmente a família e os padrinhos gostam de oferecer algo que não seja roupa (a cadeirinha, a banheira, um muda-fraldas, etc.) e assim não se corre o risco de oferecer a dobrar - acreditem, a última coisa que uma grávida ou alguém que teve um bebé recentemente quer, é andar às voltas a trocar coisas em shoppings cheios de gente! Um bebé precisa de imensas coisas por isso não pensem que ficam sem coisas para oferecer... a sério… o céu é mesmo o limite!

Também têm a opção de oferecer algo à mãe! Se o escolherem ofereçam pensos higiénicos dos grandes! Porquê? Depois de nove meses sem menstruação, poucos dias após o parto, o nosso corpo vinga-se! Cuecas descartáveis também são uma ideia interessante. No meu baby shower, ofereceram-me um pacote e achei engraçado, mas muito estranho, mas depois no pós-parto percebi que de facto dão imenso jeito. Outras opções úteis e atenciosas incluem:

  • creme para os mamilos: para não gretarem
  • discos para o leite: são autênticos pensos higiénicos para os mamilos porque quando o leite vem, nada o para
  • creme hidratante: apesar de eu achar que cremes são uma coisa bastante pessoal, mesmo depois do parto é preciso hidratar a pele e um boião azul da Nivea é sempre bom
  • soutiens de amamentação: quer daqueles com ganchinhos como daqueles de pano que são o ideal para dormir

Caso a vossa escolha recaia em “acessórios” para o bebé ofereçam, os mais úteis são:

  • termómetro para a água: para não queimar a pele ao bebé durante o banho
  • um muda-fraldas portátil
  • brinquedos para as gengivas: um dia, quando menos esperarem, dentes começam a crescer…
  • mobile musical para o berço
  • álbum ou livro para o primeiro ano
  • banheira
  • parque para brincar
  • kit de higiene
  • trituradora para os alimentos
  • esterilizadora para biberons, tetinas, etc…
  • luz de presença
  • babetes e fraldas de pano: as fraldas não são para usar, mas para limpar eventuais acidentes do bebé ou evitar eventuais acidentes quando tiverem de o fazer arrotar

Vai parecer um cliché mas é a mais pura das verdades... o que uma mãe precisa mesmo é de carinho e apoio. Mais do que dar algo material, apoiar a mãe naqueles momentos difíceis é fundamental. Enviar mensagens a perguntar como está ou apenas convidar de vez em quando para sair de casa com o bebé, vale ouro!


 
C.C..png

C.C. é viciada em palavras: as que lê e as que escreve. Sigam as suas aventuras aqui no Peachy e os episódios do seu dia-a-dia à medida que acontecem, no seu blog, Facebook e Instagram.