O (mini) Guia Peachy para... Organizar uma viagem!

 
pexels-photo-297755.jpeg
 

Organizar uma viagem pode ser mais desgastante do que a fazer. Arrumar a mala é das tarefas que deixa qualquer pessoa num estado de nervos. Descomplicar o que é simples está na moda e ir de férias devia ser uma tarefa zen. A excitação de conhecer um novo país ou uma nova cidade pode causar um certo stress, o que é perfeitamente normal, mas já que o objetivo é aproveitar ao máximo e não o contrário, aqui ficam algumas dicas para ajudar na preparação da viagem.

 Organiza a documentação

Deve ser a primeira coisa em que deves pensar: Cartão de Cidadão, Boletim de Vacinas, Passaporte, Cartão de Saúde, Cartão de Crédito, entre outros documentos que aches importantes. Verifica se está tudo dentro de validade com antecedência para não teres surpresas desagradáveis.

Algo que deves também ter em atenção caso estejas a planear viajar para fora do país, são os contactos SOS: o número da Embaixada e o Número de Emergência, são exemplos de contactos que deves ter sempre por perto. Também é importante verificares se é preciso tomar alguma vacina ou se precisas de alguma autorização específica, e se podes utilizar o teu seguro de saúde e como o podes ativar. Nunca é demais prevenir, certo?

 

Faz uma ligeira pesquisa

Não precisas de saber toda a história do País para o visitar, mas se souberes algumas coisas podes aproveitar melhor a tua viagem. 

O Google é uma boa ferramenta de pesquisa e a Wikipédia é uma ótima auxiliar de memória. É bom que saibas algumas informações básicas – clima, língua, costumes sociais, alimentação e situação política. Os sites de turismo do próprio país são sempre uma boa fonte de informação.

 

Uma Wish List

Agora que já recolheste as informações base e estás pronta a embarcar, toca a fazer o itinerário. Há locais de visita obrigatória – Paris tem a Torre Eiffel, Londres tem o Big Ben e Barcelona a Sagrada Família – por isso o que tens a fazer é criar uma lista de visitas obrigatórias. Se gostas de cultura, faz um itinerário mais extenso. Se és um bom garfo, então procura restaurantes com bons preços e de boa qualidade. Se arte é vida, então procura exposições locais. Se és um leitor compulsivo, porque não visitar livrarias e bibliotecas? Não te limites às escolhas que o hotel/ agência te propõe. É a tua viagem e nada melhor que os teus gostos pessoais para a tornar inesquecível.

 

Expandir o roteiro

Não nos podemos limitar aos locais turísticos mais conhecidos. Não podemos visitar só o limiar da cidade, temos de descobrir as suas profundezas e já não há desculpas para não o fazer. Tenham em atenção as redes sociais, Instagram (Hashtags e Tags de Localização), Pinterest, Blogs de Viagens e TripAdvisor pois podem encontrar os segredos mais bem guardados. Se tens amigos aventureiros e que adoram viajar, porque não combinar um café e pedir algumas sugestões de visita?

 

Pequenos imprevistos

A organização é fundamental numa viagem, mas a vida é feita de imprevisibilidades. As férias estão controladas ao segundo e todos os detalhes devem estar escritos. A hora do check-in, o aeroporto, todos estes detalhes irão solidificar informações importantes para a viagem.

A nível de bugdet, deves ter ser uma reserva, porque já sabemos que quando chega a hora de comprar, nós podemos ter sempre o controlo mas...

Nunca imagines a viagem perfeita, porque os imprevistos acontecem. O museu que queres visitar está a ser remodelado, a troca de quartos, há sempre algo que nos foge e devemos estar preparadas.

 

Fazer a Mala

Aqui está o ponto que todos odeiam. Faltam 2 horas para sair de casa e tu ainda estás a tentar fechar a mala e o facto de te teres sentado em cima dela não ajudou em nada.

Com semanas de antecedência, abre o armário e escolhe as peças que queres levar. Aquela camisola prática e leve. Aquele par de calças que te assenta bem. Se tens roupa por lavar e queres levar, não esperes até ao último minuto.

Faz e desfaz as vezes que forem necessárias. Procura dicas de embalar roupa sem que esta ganhe vincos e se mantenha impecável. Encara o “fazer a mala” como um desafio de Tetris da viagem.

 

Enjoy it

As férias são para relaxar e aproveitar ao máximo. Apesar do planeamento dar algum trabalho, vais sempre criar memórias e alargar horizontes. Se não conseguires alcançar todos os objetivos das tuas férias, não fiques triste. Aprecia o facto de estar a quebrar a rotina do dia-a-dia e de estares a experienciar algo novo e excitante.

Se não te divertes, então para que te servem as férias? Não controles o tempo e deixa alguma margem de manobra. Não te transformes numa control freak e aprecia a vida!