Fim-de-Semana em Lisboa! O que fazer? #14

 

Este fim de semana vamos aprofundar a nossa relação com os azulejos e com a sua história, vamos exercitar o corpo subindo um dos bairros mais peculiares da cidade e claro vamos petiscar e tirar um momento para relaxar. Depois de uma semana de trabalho é necessária a dose perfeita de relaxamento.

Visita o Museu Nacional do Azulejo

 
2018-05-05 03.32.03 1.jpg
 

Uma das imagens de marca de Lisboa, são os famosos azulejos que podemos encontrar quase que ao virar da esquina. Não é necessário grande esforço para os encontrar, e existe até um livroque nos ajuda a percorrer a cidade em busca do próximo Azulejo. Este fim de semana proponho uma visita a um dos museus mais importantes de Lisboa, o Museu Nacional do Azulejo.

Este museu está situado no Convento de Madre Deus, ali para a zona de Xabregas. Não é das atrações mais centrais da cidade, mas nem por isso perde o seu encanto. O museu foi criado em 1965, mas apenas se tornou no que conhecemos hoje nos anos 80. A sua coleção abrange azulejos desde o século XV até ao presente, e aqui podemos também aprender um pouco sobre a origem dos mesmos, materiais e técnicas de fabrico.

Se para ti não é suficiente apenas observar os azulejos nas ruas de Lisboa, visita este museu e fica a saber o que está por trás de uma das grandes atrações da cidade, bem como a sua história em Portugal.

Onde: Rua Madre de Deus, 4 1900 – 312 Lisboa

Quando: entre as 10h00 e as 18h00 (encerra às segundas feiras) 

Custo: Gratuito

Explorar Alfama os seus becos e esquinas

 
2018-05-05 03.32.06 1.jpg
 

O bairro de Alfama é um cenário que nunca cansa a vista, mas deves estar preparada para subir e subir até chegar ao miradouro das Portas do Sol. Este parece-me um momento bastante oportuno para conhecer esta zona da cidade. As festas Lisboa na Ruaestão quase a começar, e com os Santos Populares à porta não te irás perder com toda a certeza. Começamos o nosso percurso junto ao Museu do Fado, e aí partimos à aventura por este bairro mais antigo de Lisboa. As suas raízes árabes caracterizam a sua arquitetura, e a sua comunidade pequena e muito próxima torna-o numa das zonas mais peculiares da cidade. Vale a pena descobrir os recantos escondidos de Alfama,  sempre subindo em busca da melhor vista.

No topo encontramos o Miradouro das Portas do Sol virado para o Tejo, com uma vista privilegiada sobre o bairro de Alfama

Onde: Bairro de Alfama

Quando: Quando quiseres

Custo: depende se vais querer provar a ginjinha vendida diretamente da sala de estar de um dos habitantes do bairro de Alfama. 

Restaurante Portas do Sol

 
2018-05-08 07.20.59 2.jpg
 

Um restaurante com uma vista privilegiada situado mesmo ao lado do Miradouro das Portas do Sol. Ocupa um terraço gigante e é hoje visitado por muitos e muitos turistas que escolhem Lisboa como o seu destino. Confesso que não experimentei uma refeição em si, apenas alguns petiscos e um bom copo de vinho, mas é sem dúvida um ótimo local para relaxar num dia de sol, especialmente após a subida do bairro de Alfama. Aproveitem a vista, o vinho é o sol!

Onde: Largo das Portas do Sol, Alfama

Quando: segunda a quinta e domingo das 10h00 à 01h00, sexta e sábado das 10h00 às 02h00

Custo: 30€ custo médio para duas pessoas


 
Andreia Gorjão.png

Andreia Gorjão é especialista em muitas coisas, mas nós no Peachy contamos com ela para fazer planos para fins-de-semana passados em Lisboa. Segue as aventuras da Andreia no seu Instagram.