Descobertas da Semana #23

 

Nada combina melhor com sextas-feiras e verão como roadtrips, o tema desta semana. Eu adoro arrancar de carro sem muitos planos. São as minhas férias de eleição, tanto a percorrer a costa portuguesa, como o sul da Europa, como ir até à Noruega (verdade já fui, não conduzia na altura, mas fui). Isto torna a descoberta de musicas para viagens um bocado complicada, tenho na memória muita coisa que fui ouvindo em todas as que fiz, por isso, esta seleção não é bem um rol de descobertas de musica nova mas sim uma reciclagem das minhas escolhas.

 

Eu não sei se vocês têm “A” música de viagem de carro. Eu tenho uma, é óbvia, vem de um dos meus guilty pleasures de filmes (sim, 60 Segundos é um dos meus filmes preferidos), e confesso que a oiço sempre na minha cabeça antes de começar uma viagem (também a usei como boost na manhã em que me casei, não deixa de ser uma viagem) – Low Rider dos War é a minha música de roadtrip de eleição. E aqui fica um álbum (que é novo para mim, nunca tinha ouvido mais nada de War), ideal para percorrer quilómetros.

War – Anthology 1970-1974

 
 

 

A escolha seguinte não é descoberta nenhuma, mas descobri-a numa roadtrip. É provavelmente um dos álbuns que já ouvi mais vezes na vida, e foi o que, embora seja uma compilação, me fez apaixonar por Beatles. Este álbum foi idealizado para um espetáculo do Cirque du Soleil, e mostra, em doses remisturadas, do melhor que os Beatles nos deram.

Love – Anthology 1970-1974 by The Beatles

 
 

 

A banda sonora da roadtrip mais longa que fiz foi um Best of de Queen, que é, provavelmente, a banda que se pode ouvir eternamente sem fartar. Como esta semana descobri um álbum genial que ainda não conhecia fica aqui a adaptação de um clássico da minha viagem à Noruega, mas mudando para um álbum que é provavelmente um dos melhores de Queen (está ali numa corrida renhida com o Innuendo).

Queen – A Night at the Opera (2011 remaster)

 
 

 

Acho que vou ter que mudar o nome desta rubrica e tirar a palavra “descobertas”. O próximo álbum é mais um que me acompanha quase sempre e é perfeito para ouvir no carro. Funk é sempre uma boa escolha, sempre. E este é para mim um dos melhores álbuns de funk de sempre.

Tower of Power – Soul Vaccination Live

 
 

 

Vou acabar esta lista com mais um clássico de verão e que me faz lembrar sempre viagens costeiras. É mais uma escolha óbvia, mas calhou bem porque este álbum saiu este ano com gravações de 1967 (50 anos que isto tem, uau). Fica aqui uma sugestão não só para as vossas viagens, mas para o vosso verão no geral. 

The Beach Boys – 1967 Sunshine Tomorrow