Fim-de-Semana em Lisboa! O que fazer? #3

 

A perfeita oportunidade para recuar no tempo e viver numa sociedade onde imperavam os valores da imoralidade e ociosidade, aspectos bem presentes na crítica de Gil Vicente, ora não fosse ele uma das figuras inspiradoras desta edição!

Para além das muitas personagens dos seus autos e farsas, estarão presentes cerca de 150 vendedores de todo o país, divulgando produtos como artesanato, gastronomia tradicional e doçaria conventual. Não percam este verdadeiro clima de festa quinhentista!

Onde: Praça D. Fernando II, S. Pedro de Sintra
Preço: Free
Horário: 13 e 14 de Julho – das 17h às 24h / 15 e 16 de Julho – das 13h às 24h

 

 

CINE CONCHAS

 
 

 

Até 15 de Julho o festival CINE CONCHAS estará novamente presente para dinamizar as nossas noites de fim-de-semana.

Não sei se vocês concordam, mas eu acho que existe algo mágico no cinema ao ar livre. É uma atmosfera completamente diferente de estar dentro de uma sala fechada, e por isso mesmo temos de aproveitar todas as oportunidades que Lisboa nos oferece.

Este conceito de cinema ao ar livre está cada vez mais popular, existem já alguns locais na cidade onde podemos desfrutar desta experiência, mas este fim-de-semana destacamos o já conhecido CINE CONCHAS.

Sexta-feira teremos o drama “Lion – A Longa Estrada para Casa” e sábado para os mais pequenos   “Trolls”.

Onde: Quinta das Conchas
Horário: Os filmes têm início às 21h45
Preço: Free

 

Ópera Chinesa e Brunch

O Museu do Oriente é um dos museus mais interessantes da cidade. Se não vos apetece viajar no tempo até à Feira Quinhentista e o cinema não é o vosso forte, sugiro-vos um programa cultural diferente: uma visita, que pode ou não ser acompanhada por um brunch, até ao Museu do Oriente!

A exposição Ópera Chinesa do Museu do Oriente com as suas 280 peças ocupa todo o 2º andar do museu. A colecção de Kwok On mostra-nos artigos como trajes, perucas, toucados, maquilhagem, entre muitos outros. A Ópera Chinesa representa o oposto do realismo e é normalmente representada sem cenário, tentando ao máximo mostrar as emoções das personagens. O objectivo desta exposição é mergulhar os seus visitantes na exuberância da Ópera Chinesa, tendo logo à entrada uma reconstituição da mesma.

Um ponto muito positivo do Museu do Oriente é o seu brunch, existindo até um bilhete conjunto com direito a visita de exposições permanentes ou temporárias e brunch com o valor de 23€.

Onde: Av. Brasília, Doca de Alcântara (Norte), Lisboa (a entrada do Museu situa-se na fachada virada para a Av. 24 de Julho)
Horário:  Brunch - 12.00 às 14.00 e 14.30 às 16.30 (necessária marcação)
Preço: Bilhete normal – 6€/ bilhete museu + brunch – 23€