Guia de Investimento Pessoal

 
 
 

Todos temos momentos em que temos de reflectir sobre a nossa vida e pô-la em perspectiva. Por vezes implica fazer mudanças, outras apenas reorientar os nossos objectivos. Quanto a ti não sei, mas eu ainda quero realizar alguns planos que tenho em stand-by. Investir na tua pessoa é o mais rentável dos investimentos, e aprender uma língua nova, apostar na tua saúde ou na tua carreira são essenciais. Uma coisa é certa: tens de apostar em ti, tens de aprender a amar-te e só depois terás força para realizar o teu projecto.

E sabes uma coisa? Nem todos os investimentos requerem dinheiro.

  • Aprende a ser saudável
  1. Queremos ser mais saudáveis, mas do querer ao fazer vai uma grande diferença. Se até agora as tuas escolhas alimentares não foram de todo as melhores, está na hora de parar e avaliar.
  2. As desculpas estão fora de moda. Aposta na saúde. Não saltes refeições, aposta no biológico e não te deixes ficar pelo sofá a ver programas sobre ser saudável.

Dica: Procura novas receitas. Leva sempre uma lista de compras para não te desviares. Traz sempre contigo snacks saudáveis. Quando jantares fora escolhe outros pratos sem serem aqueles a que estás habituada.

 

  • Aprende a gerir o teu dinheiro
  1. Agora que voltei ao “activo”, guardo todas as minhas despesas e vejo se tenho algum comportamento a mudar. Não estou a dizer “não gastem”, estou só a reforçar a ideia de poupança. Certifica-te que todas as contas estão pagas, que tens o frigorifico com o que precisas, que tens um extra para despesas inesperadas e que no fim do mês ainda te sobram uns trocos a mais.

Dica: Pensa em criar uma conta-poupança ou um plano poupança.

 

  • Basta treinares, basta treinares…
  1. É fácil falar, o pior é ter tempo. Mas, se tens tempo para ver a novela também tens tempo de ir correr. Tens objectivos a cumprir? Se queres aquela zona mais tonificada ou queres que aquele pneu manhoso se vá embora, então toca a começar. Define um plano, verifica o teu tempo livre e começa!
  2. Mesmo que não consigas ir ao ginásio, exercita-te de outra maneira – leva o teu cão a passear ou sai numa estação de metro anterior à tua para caminhares mais.

Dica: Junta-te a uma amiga e puxem uma pela outra.

 

  • Planear objetivos
  1. Este ponto é crucial. Porquê? Porque todos nós temos objectivos de vida, sejam eles de curto ou longo prazo. Onde queres estar daqui a 5 anos? Quais os teus sonhos e como os concretizar? O ano já vai a meio e nem sequer começaste a realizar aquele plano que tinhas em mente? Faz uma revisão do teu ano. Se ainda não alcançaste o que querias ou se te encontras naquela situação pela qual desejas sair o mais depressa possível, talvez esteja na hora de começar a trabalhar para isso.

Dica: Cria a tua bucket list – o queres ver, fazer, sentir na tua vida. Começa por 100 coisas que quero fazer antes de morrer e tenta riscar uma delas todos os meses. Não precisa de ser longa... começa com post-its!

 

  • Sê criativa
  1. Por vezes esquecemo-nos que as nossas ideias têm valor. Lá por estarmos mais velhos não significa sejamos menos criativos. Não precisamos de ser todos como Picasso e Beethoven: às vezes basta usar a nossa experiência e os nossos conhecimentos para encontrar soluções que nos tornam a vida mais fácil. Criatividade é pensar diferente. Deixa-te envolver pela tua imaginação, aprecia, mas sobretudo diverte-te. 

Dica: Há cursos para tudo, porque não um de cozinha?

 

  • Enriquece a tua confiança
  1. Aprende a dar valor a ti . Conhece o teu valor e usa-o. Ouve as pessoas e faz-te ouvir. Não deixes que a timidez te vença. Aprende a ter coragem e seguir os teus ideais. Quanto mais te amares mais darás valor ao teu trabalho. Ter uma atitude mais confiante dará à tua pessoa mais possibilidades. Começa por falar com as pessoas que te são próximas e pergunta-lhes – qual é o meu valor?

Dica: Se és tímida como eu, começa por dar os bons dias ao motorista do autocarro.

 

  • Diz "Sim" à Cultura
  1. Ficar no sofá a ver TV é coisa do passado. Vai ver uma peça de teatro, visita museus - vão voltar a ter entrada gratuita aos domingos -, explora a tua cidade. Procura seminários ou congressos na tua área vocacional ou que não tenham de todo a ver com ela. Não só terás oportunidade de enriquecer a tua mente como também irás conhecer e interagir com novas pessoas. Exercita a tua capacidade de raciocínio e opina. Já Descartes dizia “Eu duvido, logo penso, logo existo.”

 

  • Escolhe a felicidade
  1. A vida custa a todos e por vezes a nossa saúde mental precisa de um refresh. Reflecte sobre o momento que estás a viver. Muda de vez certos comportamentos que te deitem abaixo. Não tenhas medo de mudar. Não deixes que os dramas te tirem o sono. Por vezes basta uma noite bem dormida para que tudo se resolva.
  2. Coisas positivas chamam coisas positivas. “Most people are about as happy as they make up their minds to be.” - Abraham Lincoln.

Dica: Pára. Pensa. Age. Se a vida que levas não te satisfaz, tens de mudar. Sei que custa mas viver em negatividade jamais trará coisas positivas.

Fica a promessa de que mais portas se vão abrir e que se investires em ti, os outros também o farão!