Como sobreviver à idade

 

Temos uma criança dentro de nós e não devíamos deixá-la desaparecer. Ser criança é bom e envelhecer também, mas será que devemos deixar que a idade nos vença? Ou que a sociedade nos torne pessoas mais aborrecidas? Aqui ficam algumas sugestões para combater a idade adulta (no bom sentido, claro!).

- Sonhar não tem idade: Já dizia o outro "Tenho em mim todos os sonhos do mundo" e não é que é mesmo verdade? Alguns irás concretizar, outros ficarão pelo caminho. Uma coisa é certa, não desistas sem tentar primeiro, ou melhor, não pares de sonhar.

- Aceita o número: É difícil, mas quanto mais depressa o fizeres mais depressa tiras esse problema insignificante da tua cabeça. Não importa a idade, importa sim como vives a tua vida.

- Constante evolução: Estamos sempre a aprender e em cada esquina há uma nova lição de vida à tua espera. Inscreve-te num workshop de dança ou aprende a fazer sushi, não percas a vontade de aprender coisas novas. Nutre o prazer de aprender.

- Estás no lugar certo: Pode não parecer, mas as coisas acontecem quando tiverem que acontecer. Calma! Não me batam. Um dia vão olhar para trás e pensar: Estive mal mas agora sou feliz.

- Não tenhas pressa: Enjoy the moment. Como disse no ponto anterior, cada coisa a seu tempo. Cada vez mais tenho amigas a terem pressa para terem tudo de uma vez, mas a vida é para ser conquistada aos poucos.

- Não desistas dos teus objetivos: As coisas levam o seu tempo, não desistas logo à primeira. Vai tentando, acredita que no fim vai valer a pena.

- Vê o que está mal na tua vida: Agarra numa folha e analisa o que estás a fazer de errado. Estarás tu a gastar o teu tempo ou terás um retorno inesperado? É sempre bom analisarmos as nossas decisões e escolher o caminho correto. Investe em ti e não só nos outros.

- Aprende a relativizar algumas situações menos boas com o tempo: O teu namorado acabou contigo? Pensa que o melhor poderá estar para vir. Acredita que se ele te deixou, não estás a perder nada, muito pelo contrário. No início será muito difícil, mas com o passar do tempo verás que algo melhor te espera.

- Faz uma bucket list: Ainda vais a tempo, basta seres organizada. 

- Não deixes de ser quem és: Por muito que te digam que ainda tens alguns comportamentos de criança, sê sempre tu mesma! Que mal tem ainda gostares da Sailor Moon ou de ires à área dos brinquedos do supermercado? O melhor do mundo são as crianças e o melhor deste dia (e de todos os outros) é nunca nos esquecermos de ir alimentando o melhor da criança que há em cada um de nós.