Perder peso depressa?

15387519_10211068874176131_497855933_o.jpg

Se estão à procura de milagres, ingredientes e comprimidos mágicos, estão na página errada... Se for isso que procuram, abram o spam da vossa caixa de email e cubram-se de banha da cobra! 1. Cardio

Suar Queimar calorias é essencial! Pessoalmente, odeio, mas é necessário! A melhor forma de o fazer é cardio... felizmente há modalidades suficientes para agradar a quase toda a gente. As mais low-cost e eficientes são correr, andar de bicicleta e saltar à corda. Bónus: com estes exercícios trabalham também as pernas! Yupi! 60 minutos, cinco dias por semana faz a diferença!

2. Inclinação

Como se já não bastasse ter de suar, vamos juntar-lhe um plano inclinado! Aumentar a inclinação da passadeira, subir uma colina (pão nosso em Lisboa...) a correr ou de bicicleta... evitar o elevador e subir ao sétimo andar pelas escadas... O teu ritmo cardíaco aumenta, estás a aumentar o esforço, e queimar mais calorias do que se fizesses o mesmo exercício sem inclinação!  Ah, também ajuda a trabalhar as coxas, os gémeos, o rabinho...

3. Tonificar

Com todo o cardio que vais estar a fazer em vez de estares no sofá, vais estar a remover a camada de gordura e a revelar os teus músculos. Fazer movimentos que ajudem a esculpir esses músculos, vão fazer-te parecer mais fina e alongada! Os especialistas recomendam fazer exercícios para tonificar três vezes por semana...

4. Pequeno-almoço!

Finalmente, algo sobre uma actividade que eu gosto: comer! ...e aqui vem a velha máxima: o pequeno-almoço é a refeição mais importante do dia! Por isso evitem escolher produtos açucarados,  e optem por algo que seja uma mistura mais rica em proteínas e em hidratos de carbono mais complexos como grãos integrais (trigo, aveia...), determinados vegetais e leguminosas.

Não abusem das fibras: em excesso podem prejudicar a absorção de minerais e vitaminas e provocar diarreia, dores intestinais ou flatulência em pessoas com sistemas digestivos mais sensíveis. Apelativo, não é?

5. Petiscar

Petiscar com inteligência é uma boa estratégia para evitar aqueles ataques de fome que ajudam a comer em excesso e de forma prejudicial para a nossa estratégia de perda de peso. Escolham opções com menos de 150 calorias, com um elevado teor de proteínas e fibras para saciar e oferecer energia ao corpo. (Não se esqueçam das recomendações do ponto anterior).

6. Hidratar

Paris Água é sempre uma boa opção! Não imaginam a quantidade de calorias que não ingerem ao escolher água em vez de refrigerantes e sumos... Basta ler o rótulo! Além de ter zero calorias, água ajuda a manter o corpo hidratado e a evitar comer em excesso: beber água antes de comer ajuda a controlar o tamanho das porções ingeridas!

7. Dormir

Dormir também ajuda a controlar a ingestão de calorias e não apenas porque (ainda) não consegues comer enquanto dormes. De forma muito resumida, dormir ajuda a controlar a produção de cortisol, uma hormona cuja produção é estimulada pelo stress e, para muitas pessoas, o stress ajuda a comer em excesso.

Se estás cansada, vai descansar e não petiscar.

8. Respeita o teu corpo!

Se a tua forma natural, e de grande parte da tua família, é em "forma de pera", não há exercícios suficientes para mudar essa tendência natural! Sê saudável e feliz e ama o teu corpo pelo que é!